sábado, 17 de julho de 2010

espelho .

hoje vi-te . vi o passado á minha frente . por poucos segundos não me viste sair do carro . se, por acaso, nao tivesse voltado a cara, não te tinha visto . paraste o carro, deixaste-me passar e sorriste ( segundo a minha mãe ) . tremi de cima a baixo . passei, á pressa, e quando cheguei ao outro lado olhei para ver se te via . sentia falta . e fiquei a precisar de te ver de novo . faz-me bem ver-te assim, de vez em quando e sem contar . refresca-me a memória, acelera-me o coração . és o meu segredo .

1 comentário:

CláudiaFernandes disse...

Sinto o mesmo, rever dá uma nova força.
Gostei de ler (: