terça-feira, 23 de setembro de 2008

:'x

Custa não poder dizer o q se sente, com medo de levarmos uma rejeição.
Custa sabermos q não temos hipóteses.
Custa olhar para ti e saber q não me pertences.
Lembrar do passado com carinho magoa e pensar num futuro sozinha faz doer.
Sempre disse q só qeria q fosses feliz, e mesmo agora o digo.
Se é com ela q te sentes bem, se é com ela q vais viver momentos mais bonitos e verdadeiros do q aqeles q viveste comigo.. força.
Dizes'me q sou só uma amiga para ti, mas sê sincero. Já esqeceste completamente tudo aqilo q vivemos ?
Já não existe resto nenhum do sentimento q nos unia ?
Sê sincero comigo mas, principalmente, contigo próprio também.
É triste pensar q somos correspondidos e no fim de tudo não o somos.
Por muito mal q me faças não te consigo deixar para trás, não consigo manchar o teu nome. =S
Tens um dom, mesmo.
Conqistas e depois nao passas despercebido.
Sei q não confias em mim, q não tens orgulho nenhum em mim.
Mas a verdade é só uma, eu amo'te e qero'te muito mais q tudo.
Lutar sozinha ? Já lutei.
Desistir ? Nunca desisti, não vai ser agora q vou desistir.
Só te peço, ajuda'me.
Os apertos são cada vez maiores.
As saudades aumentam cada vez mais.
O teu desprezo cada vez é maior.
Mas o meu amor por ti não pára. =S
Qero ver'te.
Tocar'te.
Sentir'te.
Chorar contigo.
Rir contigo.
Suspirar contigo.
Amar'te em silencio e falar'te ao ouvido.
Disse'te q te deixava em paz, mas não consigo.
Não perguntes porquê, porque também não sei.
Só sei q dou por mim a chorar, a sussurrar o teu nome e a sentir as tuas maos nas minhas.
A esperança vai esgotando, mas qando falas comigo a esperança volta a crescer e com as palavras q dizes os sentimentos confundem'se.
Apesar de tudo o q se tem passado, o sentimento q tinha por ti cada vez é maior.
A saudade não desaparece e a tua ausência nota'se cada vez mais.

Sem comentários: